Mobile payments in Brazil | Pagamentos mobile no Brasil
Mobile payments in Brazil | Pagamentos mobile no Brasil

Pagamentos mobile no Brasil: dados e previsões

Mesmo com um alto número pagamentos em dinheiro no Brasil, não há dúvidas de que os pagamentos mobile devem se tornar mais comuns entre a população – especialmente com a implementação dos pagamentos instantâneos, atualmente em desenvolvimento pelo Banco Central.

De acordo com o relatório do eMarketer sobre usuários de pagamentos mobile na América Latina em 2019, o Brasil é o único país na região onde o Samsung Pay, Google Pay e Apple Pay estão todos presentes. Além disso, a penetração de pagamentos por proximidade no Brasil empata com a Argentina, ambos alcançando 14.5%. Essa taxa é mais alta quando comparado ao México (10.2%), o segundo maior mercado e-commerce na América Latina.

O uso de pagamentos por aproximação na América Latina tem uma forte ligação à idade: consumidores mais jovens são os que mais estão aderindo ao método, já que essa alternativa oferece facilidade de uso, transferências imediatas e confirmação instantânea. Além disso, quando questionados dos benefícios que os motivam a realizar um pagamento mobile, 39% respondeu que acreditam que esse é um bom backup caso eles esqueçam suas carteiras ou bolsas em casa. Ainda, 22.3% dos usuários de internet acreditam que uma carteira digital é um recurso essencial que seus bancos atuais devem oferecer.

No entanto, países na América Latina também encontram barreiras quando se trata da adoção dos pagamentos por aproximação – como a dependência do dinheiro vivo, desconfiança em relação a segurança do método de pagamento e inclusão ao ecossistema financeiro. No Brasil isso é especialmente verdadeiro, já que o país conta com 45 milhões de adultos desbancarizados. Inclusive, 22.7% dos usuários de internet no Brasil disseram que eles não utilizam pagamentos mobile em lojas físicas porque preferem pagar em dinheiro.

Portanto, para aumentar a adoção dos pagamentos por aproximação, fintechs devem encontrar meios para incluir essa população no universo das finanças digitais.

 

O que deve moldar os pagamentos mobile no Brasil

De acordo com o eMarketer, o Brasil deve ter 21 milhões de usuários de pagamento por aproximação até 2023 – o número atual de usuários é de 12 milhões. O uso de QR codes e pagamentos NFC devem ser os principais motores para esse fenômeno – e o transporte púbico será um importante motivador para o aumento do uso de pagamentos por aproximação

QR codes

Os QR codes terão um papel importante nos pagamentos mobile no Brasil à medida que bancos, contas digitais e e-wallets passam a oferecer essa solução aos seus usuários.

Além disso, a usabilidade dos QR codes em cenários que não estão ligados a pagamentos também ajudam os brasileiros a se tornarem familiarizados com o método. Em setembro de 2019, as estações de metrô de São Paulo iniciaram testes com o sistema. Os passageiros compram seu ticket e escaneiam o código com seus smartphones para liberar a catraca. Apesar do pagamento não ocorrer via QR code especificamente, os brasileiros se tornam mais familiarizados com essa alternativa.

Pagamentos NFC

Em abril de 2019, o Rio de Janeiro passou a aceitar pagamentos contacless nas 41 estações de metrô da cidade. Assim, usuários do transporte público pagam suas passagens imediatamente com um cartão por aproximação, smartphone ou wearable. Em setembro, a cidade de São Paulo também anunciou planos para ativar esse sistema no transporte público.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *