Ecommerce in Brazil | E-commerce Brasileiro
Ecommerce in Brazil | E-commerce Brasileiro

E-commerce no Brasil: principais categorias, m-commerce e faturamento em datas comerciais

O Ecommerce Foundation divulgou recentemente o relatório Brasil 2019, que oferece uma visão geral do mercado e-commerce brasileiro e insights da indústria, além da opinião e conselhos de especialistas. Ralf Germer, CEO e co-fundador da PagBrasil, compartilhou seu ponto de vista a respeito de métodos de pagamento no país e deu dicas para as lojas virtuais cross-border que miram o mercado brasileiro.

“Comerciantes cross-border que têm o país como alvo devem compreender todas as questões que envolvem vender para o Brasil, desde a tributação sobre produtos importados às conversões de câmbio e envio de dinheiro para o exterior”, explicou Germer. De acordo com o empreendedor, realizar parcerias com empresas prestadoras de serviços locais, como uma processadora de pagamentos, empresas de logística, agências de marketing, entre outros, é uma excelente forma de evitar complicações.

 

Destaques do relatório

Com uma população de 212 milhões de habitantes, cerca de 70% da têm acesso a internet. O volume de compras online B2C deve alcançar 21 bilhões de dólares até o final de 2019, representando um crescimento de 1.10% no PIB eletrônico.

 

Principais categorias

O relatório mostra que, até o final do ano, 50.6% da população online deve efetuar ao menos uma compra online. Eletrodomésticos são a principal categoria em termos de faturamento, representando 19.6%. Telefones e smartphones aparecem em segundo lugar, com 18.2% de share, seguidos por móveis e produtos de decoração (10%), computadores (9.6%), e eletrônicos (9.5%).

E-commerce brasileiro: principais categorias 2019

Faturamento do m-commerce

De acordo com o Ecommerce Foundation, o faturamento do comércio eletrônico mobile deve alcançar 18 bilhões de dólares até 2022. Em 2018, o faturamento chegou a 9 bilhões de dólares.

Além disso, o relatório também trouxe insights a respeito do comportamento do consumidor: em 2018, as 5 principais categorias do m-commerce no Brasil foram roupas (51%), eletrônicos (47%), refeições (37%), cosméticos e produtos de higiene (33%), e moda e acessórios (32%).

 

Faturamento em datas comerciais

O faturamento no e-commerce brasileiro sofre um pico considerável durante datas específicas: em 2018, a Black Friday gerou 671 milhões de dólares – um crescimento de 23% quando comparado à edição do ano anterior. Para 2019, as previsões são ainda mais promissoras: mais de 48% dos consumidores online pretende comprar durante a Black Friday exclusivamente por meio de lojas online.

As últimas semanas do ano também são um período de alta no faturamento: o e-commerce brasileiro registrou 655 milhões de dólares durante a época do Natal. O Dia das Mães gerou 544 milhões de dólares, seguido pelo Dia dos Pais (539 milhões) e o Dia das Crianças (508 milhões).

Para acessar o relatório completo, visite www.ecommercewiki.org

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *