Insights essenciais do mundo digital no Brasil

Atualmente, é extremamente difícil separar o mundo digital do mundo físico. Nos últimos anos, as fronteiras entre eles se tornaram cada vez menores e constantemente temos acesso a novas tecnologias que rapidamente se incorporam a nossa rotina diária e que nos aproximam do mundo digital. Por exemplo, os smartphones substituíram uma série de outros elementos que costumavam fazer parte de nossas vidas: despertador, jornal, câmera, calendário, entre outros, que agora podem ser facilmente acessados com as pontas dos nossos dedos.

No começo do ano, We Are Social e Hootsuite disponibilizaram o relatório 2018 Global Digital, que traz insights essenciais de tudo relacionado ao mundo digital, desde o alcance da internet ao uso de smartphones e redes sociais. Nós reunimos os principais dados referentes ao Brasil nesse artigo, confira!

 

Abrangência e uso da internet

Como está a situação da internet no Brasil hoje:

•    Quase 140 milhões dos 210 milhões de habitantes do Brasil são usuários de internet (66%).

•    Os brasileiros passam um total de 9h 14min por dia na internet, bem acima da média global de 6 horas.

•    85% dos usuários no Brasil utilizam a rede diariamente por motivos pessoais.

•    62% dos internautas no país preferem completar tarefas de forma digital sempre que possível.

 

Smartphones

Os celulares têm um papel importante na adoção da internet no Brasil e também na inclusão financeira e digital, como comentamos neste outro artigo.

•    60% dos brasileiros costumam acessar a internet através de seus celulares.

•    Os dispositivos móveis são responsáveis por 47% do tempo que os usuários passam online no Brasil, o que é o mesmo que 4h 21 minutos por dia.

•    57% dos usuários brasileiros de redes sociais acessa suas contas através de smartphones, um aumento de 9% em comparação com o ano anterior.

•    Há 143 milhões de usuários únicos de celulares no Brasil, o que representa 68% da população.

•    A maioria dos brasileiros possui um celular pré-pago, 70%. Apesar da porcentagem alta, o número está abaixo dos 76% da média global.

 

Redes sociais

Já abordamos os motivos para investir no social commerce no Brasil. Os números abaixo ressaltam a importância das plataformas de redes sociais no país.

•    62% da população brasileira é ativa nas redes sociais, contra 42% mundialmente.

•    O Brasil é o 3º maior mercado do Facebook em número de usuários: 130 milhões.

•    Os brasileiros passam, em média, 3h 39 min nas redes sociais, o que garante ao país a segunda posição no ranking global.

•    O português é o idioma utilizado por 150 milhões de usuários do Facebook. O Brasil, com seus 130 milhões de usuários, representa a grande maioria.

•    A taxa média do alcance orgânico de posts de páginas do Facebook é de 10% no país, contra 8% no mundo.

•    Os posts de páginas do Facebook têm uma taxa de engajamento de 5,12% no Brasil. No mundo, a média é 4,20%.

•    Para posts em vídeo, o engajamento sobe para 6,83%.

•    27% dos brasileiros utilizam o Instagram atualmente. Apesar da baixa porcentagem em relação ao Facebook, o Brasil fica atrás somente dos Estados Unidos em número de usuários do Instagram, com 57 milhões.

 

Outros dados relevantes do mundo digital no Brasil

O português é o sétimo idioma em volume de conteúdo na internet. Como há muito menos material disponível no idioma que em inglês, por exemplo, os publicitários podem escolher mais facilmente as palavras-chave para posicionar seu conteúdo e alcançar melhores resultados de tráfego orgânico. Isto pode ser muito vantajoso para negócios de e-commerce que estejam expandindo para o Brasil.

Além disso, os brasileiros estão muito abertos às novas tecnologias. Quase 60% da população acredita que há mais possibilidades que riscos associados às novas tecnologias. Isto também representa uma excelente oportunidade para negócios disruptivos que querem conquistar o mercado brasileiro.

Por último, mas não menos importante, está o fato de que a indústria de e-commerce continua crescendo. Em 2017, houve um aumento de 8% na receita, apesar da recessão que fez com que a maioria dos setores da economia tivessem perdas, incluindo o varejo tradicional. Este ano, o segmento volta ao caminho do crescimento na casa dos dois dígitos, oferecendo grandes oportunidades para negócios online nacionais e internacionais.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *