Black Friday 2020
Black Friday 2020

Black Friday 2020: a edição mais digital da história

A Black Friday é a data mais esperada do varejo. E, nas últimas edições, a participação do e-commerce aumentou significativamente: de acordo com dados do Ebit|Nielsen, 2,82 milhões de brasileiros compraram online em 2019. O faturamento durante o período atingiu 3,2 bilhões de reais.

 

Leia também: Os resultados da Black Friday 2019: Boleto Flash® cresce 106%

 

E a expectativa é que a Black Friday 2020 seja a mais digital da história! Impulsionado pela pandemia do Covid-19, o comércio eletrônico já registrou alta importante neste ano: 46% dos consumidores usam mais o e-commerce por causa da pandemia, segundo dados do Fecomércio SP. Ainda, o isolamento social trouxe mais de 7 milhões de novos consumidores ao e-commerce.

 

Em 2020, 48% pretende aproveitar ofertas da Black Friday

Segundo pesquisa feita pela Social Miner, em parceria com a Opinion Box, 48% dos consumidores pretendem fazer compras nesta Black Friday; outros 38% estão indecisos. Os dados contrariam algumas especulações de que a edição deste ano não traria tanto engajamento em razão dos efeitos da crise trazidos pela pandemia.

E mais: a pesquisa também revelou que as lojas virtuais são o canal de compra favorito para 77% do público, seguido de aplicativos (39%) e lojas físicas (39%). Na hora de pesquisar por ofertas, 51% deve fazer buscas na internet.

 

As categorias favoritas dos consumidores na Black Friday

Os eletrônicos são a categoria favorita dos consumidores para a Black Friday 2020, e lideram a lista de desejos em 30%, segundo levantamento do Pelando. Em seguida, ocupa a segunda posição da lista de desejos os itens de informática (26%), seguidos de smartphones e celulares (15%) e eletrodomésticos (10%).

 

Meios de pagamento:  o Pix estará disponível na Black Friday 2020?

Com o lançamento confirmado para o dia 16 de novembro, a estreia do Pix antecede em poucos dias a Black Friday, que neste ano acontece em 27 de novembro. Com isso, muitos lojistas esperam poder oferecer esse novo meio de pagamento para seus consumidores na data tão esperada pelo varejo.

E pode ser que o comércio físico se beneficie do Pix – especialmente o pequeno comerciante, que agora terá a opção de receber pagamentos digitalmente apenas com uso do seu smartphone. Mas no e-commerce, o lojista precisa ter cuidado redobrado: é fundamental que todas as funcionalidades no seu site – e especialmente no checkout – estejam amplamente testados e 100% operacionais.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esta página utiliza cookies para melhorar a experiência do usuário em nosso site. Ao clicar em "Aceitar", você concorda com a coleta e uso das informações para garantir a melhor experiência de navegação. Para saber mais, leia a nossa Política de Privacidade.

Aceitar