e-commerce segment | segmento de e-commerce | segmento de ecommerce
e-commerce segment | segmento de e-commerce | segmento de ecommerce

Segmento de e-commerce brasileiro continua crescendo

O segundo trimestre de 2018 teve resultados positivos tanto para o segmento de e-commerce quanto para o setor de varejo tradicional no Brasil. Segundo o SpendingPulse, da MasterCard, as indústrias cresceram, respectivamente, 27,5% e 0,3% em abril, 26% e 0,8% em maio e 23,9% e 0,9% em junho.

Eventos relevantes, como o Dia das Mães, Dia dos Namorados e a Copa do Mundo da FIFA, foram essenciais para este crescimento. As vendas online para o Dia das Mães tiveram um aumento de 9,8% em comparação ao ano anterior, segundo dados da Social Miner. Eletrodomésticos, eletrônicos e cosméticos foram as categorias de produto com a melhor performance na data. Os eletrodomésticos, em particular, merecem destaque pelo aumento de quase 75% em relação a 2017.

A data que comemora aquele alguém especial em nossas vidas também registrou números positivos. Segundo a ABComm, a receita do Dia dos Namorados alcançou um total de R$ 2,6 bilhões, registrando um aumento de 10% comparado com 2017. Moda e acessórios, eletrônicos, cosméticos e celulares se destacam entre as principais categorias de produtos.

Os fãs do futebol também contaram com o e-commerce para encontrar a melhor tela para acompanhar a Copa do Mundo. Dados do Buscapé indicam que houve um aumento de 41% nas buscas por televisores na primeira quinzena de maio, em comparação ao mesmo período de abril, antes do início da competição. Além disso, a taxa de conversão nestes casos cresceu 15%.

No entanto, vale mencionar que durante os jogos da seleção brasileira, as vendas caíram até 28%. No primeiro jogo, a queda foi de 25,9%. O segundo registrou 25,5% menos vendas, seguido por 21,6% e 18,6% durante o terceiro e o quarto jogo. Nas quartas de final, quando o Brasil caiu perante a Bélgica, o impacto foi ainda maior, com uma queda de 28,1% nas vendas.

A previsão é de que o próximo trimestre seja mais lento para as vendas, visando o menor número de datas expressivas e a preparação dos consumidores brasileiros para o Dia das Crianças, Black Friday e Natal. No entanto, os números positivos do primeiro semestre reforçam o potencial do segmento de e-commerce no país.

E você, já está vendendo online? Nós podemos ajuda-lo a otimizar seus resultados e ter sucesso no mercado. Quer saber mais? Entre em contato.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *