Que tipo de integração encaixa com as necessidades do seu e-commerce?

O mercado do e-commerce brasileiro, assim como a tecnologia desenvolvida para esta indústria, tem crescido nos últimos anos. Não somente há uma tendência positiva em relação à receita, mas cada ano há mais lojas empreendendo no segmento. Um estudo do SEBRAE identificou que 58% das lojas online existentes no Brasil inauguraram o negócio depois de 2013, das quais 23% começaram as operações em 2015. Segundo a BigData Corp, no ano passado 3,54% dos domínios brasileiros pertenciam a sites de e-commerce, contra 2,65% no ano anterior. Isto representa um crescimento de mais de 21% de lojas online. 

Analisando o perfil das lojas de e-commerce brasileiras, o SEBRAE identificou que 45% delas atualmente usam uma plataforma de e-commerce alugada, como VTEX, Magento ou Shopify. 32% usam o seu próprio sistema, enquanto 14% usam uma plataforma gratuita e 13% vendem através de um aplicativo. O tipo de plataforma utilizado por um e-commerce é chave para definir como integrar os métodos de pagamento nas lojas online. Em geral, os comerciantes podem escolher integrar via API, iFrame ou usando extensões para as plataformas de e-commerce que utilizam. Mas qual é a melhor opção? Abaixo explicamos cada método de integração e listamos os prós e contras de cada um.

 

Escolhendo uma integração

 

  • API

Uma API (Application Programming Interface) é um conjunto específico de códigos e especificações que permitem que diferentes programas se comuniquem entre si. Em outras palavras, facilita a interação entre dois programas.

 

  • iFrame

É a abreviação de “inline frame” e consiste em um elemento HTML  incorporado em outro documento HTML. Normalmente é usado para inserir conteúdo de fontes externas, já que um iFrame pode ser inserido em qualquer lugar dentro do layout de um site.

 

  • Extensões

Também conhecidas como plugins, as extensões são componentes de software desenvolvidos para adicionar ou expandir recursos específicos a um programa existente, permitindo a sua personalização.

 

 

Vantagens e desvantagens dos métodos de integração

 

Integração Vantagens Desvantagens
API * Mais flexibilidade na integração

* Controle sobre o fluxo de pagamento
* Recursos próprios da API

* Necessidade de conhecimento técnico

* É preciso cumprir com os requisitos PCI para aceitar pagamentos com cartões de crédito e de débito

iFrame * Não há necessidade de ter o certificado PCI

* Controle sobre o fluxo de pagamento

* Menos flexibilidade na integração

* Necessidade de conhecimento técnico

Extensions * Facilidade de integração

* Não é preciso ter conhecimento técnico

* Limitações para definir o fluxo de pagamento

* Funcionalidades limitadas

 

Soluções da PagBrasil disponíveis por método de integração

 

A PagBrasil oferece a integração via API, iFrame e extensões para VTEX, Magento, WooCommerce, Shopify, OpenCart, Shopware e Drupal. Em relação aos métodos de integração e os métodos de pagamento e serviços adicionais disponíveis para cada um deles, nem todas as opções da PagBrasil oferecem o mesmo benefício.

 

A integração via API inclui todos os métodos de pagamento e serviços oferecidos pela PagBrasil, como pagamentos recorrentes e compra com um clique. O iFrame é unicamente usado para cartões de crédito e débito quando o comerciante prefere que os dados dos pagamentos não passem pelo seu sistema, mas oferece as mesmas possibilidades que a API.

 

No entanto, os plugins oferecem diferentes opções:

 

Extensão Cartão de Crédito Boleto Bancário Transferência Bancária Online Cartão de débito
VTEX check-2 check-1
Magento check-1 check-1 check-1
Shopify check-1 check-1 check-1 check-1
WooCommerce check-1 check-1 check-1
OpenCart check-1
Shopware check-1 check-1
Drupal check-1 check-1

 

Vale a pena destacar que, além de ser a única extensão que suporta cartões de débito, o plugin do Shopify é também o único que oferece o Boleto Flash™ como boleto bancário padrão. Para outras extensões, é necessário implementar os requisitos técnicos para oferecer este método de pagamento único da PagBrasil. Adicionalmente, Itaú Shopline, o método de pagamento por transferência online bancária do banco Itaú, somente está disponível para o plugin do Shopify neste momento. Em contrapartida, a extensão para Shopify da PagBrasil é a única que não oferece um checkout transparente, pois não fica hospedada no lado do comerciante.

 

Todos os métodos de integração suportam pagamentos com cartões de crédito em até 12 parcelas. No entanto, quando se trata de pagamentos recorrentes, somente o débito inicial pode ser gravado nas extensões, o que requer o uso da API para as cobranças subsequentes. Os serviços adicionais da PagBrasil, como o pacote de envios de lembretes de pagamentos por e-mail ou o PagShield, ferramenta de prevenção de fraude, podem ser utilizados independentemente da integração escolhida.

Esta página utiliza cookies para melhorar a experiência do usuário em nosso site. Ao clicar em "Aceitar", você concorda com a coleta e uso das informações para garantir a melhor experiência de navegação. Para saber mais, leia a nossa Política de Privacidade.

Aceitar