1 Novembro 2018

A economia da recorrência na indústria de e-commerce

subscription economy | economia da recorrência

A experiência do consumidor é essencial no mercado de e-commerce atual. Mais do que nunca a balança de poder pende para o lado dos consumidores e os negócios devem se adaptar para não somente vender seus produtos e serviços, como também proporcionar a melhor experiência para seus compradores antes, durante e depois que a compra é feita. Os consumidores já não estão só interessados em comprar, eles querem ter acesso a uma solução conveniente para um problema (frequentemente recorrente). E isto é o que favoreceu a popularização da economia da recorrência, também conhecida como faturamento recorrente.
 

 

A economia da recorrência

 

O conceito de faturamento recorrente não é novo. As pessoas estão habituadas aos pagamentos recorrentes para questões como aluguel, mensalidades de escolas, universidades e até mesmo de academias. No entanto, o modelo de negócio baseado em assinaturas ou recorrência se tornou mais popular nos últimos anos, principalmente no ambiente digital. Netflix, Spotify e Amazon Prime, para citar somente alguns, têm milhões de usuários ao redor do mundo que pagam uma assinatura para ter acesso aos seus serviços.

 

Os negócios baseados na recorrência normalmente têm sucesso porque A) têm uma oferta interessante (como entregas rápidos com preços reduzidos), B) disponibilizam produtos únicos (como clubes de cervejas artesanais, vinhos ou molhos apimentados), C) são convenientes (como as caixas que oferecem amostras de produtos para que o consumidor possa testá-los), e D) geralmente solucionam uma necessidade real (como produtos e alimentos para animais de estimação ou caixas de alimentos).

 

Na atual economia da recorrência, onde a experiência do consumidor é essencial, os lojistas precisam centrar-se em inovação, satisfação e retenção do cliente caso queiram ter um negócio de sucesso. Uma pitada de criatividade também é fundamental. Há suficiente espaço para que as indústrias tradicionais se adaptem ao modelo de assinatura.

 

Por exemplo, a indústria de jornais e revistas está se adaptando à era digital, oferecendo assinaturas mensais para os leitores que querem ter acesso ao conteúdo online. Até mesmo as indústrias de moda, perfumaria e cosméticos podem ter êxito num modelo de faturamento recorrente. No mundo, há o caso de êxito da Birchbox ou Le Tote. A nível nacional, a Glambox, que envia mensalmente uma caixa de produtos de beleza para seus assinantes, é um bom exemplo.

 

 

Coisas para considerar ao começar um negócio de recorrência

 

Primeiramente, tanto se você estiver começando um novo negócio, ou se você estiver em transição para um modelo de recorrência, pergunte-se se seu produto ou serviço pode funcionar com um modelo de faturamento recorrente. Apesar da economia da recorrência ser bastante flexível e se encaixar com uma grande variedade de negócios, não se trata de algo universal que pode ser aplicado a todos os tipos de negócios. Portanto, você precisa se certificar de que você tem um produto ou serviço que garante a viabilidade da cobrança recorrente. Para isso, faça um teste piloto. Veja como seus consumidores reagem ao que você está oferecendo e fique atento à situação do mercado no seu segmento.

 

Além disso, certifique-se de escolher a plataforma adequada para gerenciar suas assinaturas e os pagamentos recorrentes. Contar com as ferramentas certas para automatizar e implementar corretamente processos como verificação de cartões, envio de e-mails de lembrete, antecipação da data de vencimento dos cartões, retentativa de pagamentos falhos, suspender contas, comunicar-se com contas suspensas e descontinuar o envio de produtos ou prestação de serviços para contas que não pagaram, entre muitos outros, é essencial para o sucesso do negócio.

 

Por último, é necessário compreender que a jornada do cliente em um modelo de recorrência é muito diferente daquela da compra única. A jornada não termina com a entrega do produto ou serviço. Trata-se de um ciclo contínuo e você deve garantir uma excelente experiência ao consumidor para não somente aumentar sua base de clientes, como também contar com consumidores leais e satisfeitos que continuarão pagando para ter acesso ao que você oferece.

 

Se você deseja habilitar pagamentos recorrentes em sua loja, contate-nos e a nossa equipe lhe ajudará a navegar nas particularidades deste tipo de pagamento no Brasil e lhe apresentará a nossa solução para pagamentos recorrentes.

/ Escrito por Bianca Lopez - Seguir @biancatlopez

Deixe uma resposta