Mother's Day 2021 | Dia das Mães 2021
Mother's Day 2021 | Dia das Mães 2021

Dia das Mães 2021: prepare-se para uma das datas mais aquecidas para o e-commerce

Natal e Black Friday são datas extremamente importantes para o e-commerce e varejo brasileiro. Mas, no ranking das celebrações mais aguardadas para o comércio, também está o Dia das Mães.

Em 2020, o faturamento das vendas online na data chegou a R$ 5,7 bilhões. O crescimento, impulsionado pela pandemia, foi de 116% quando comparado ao ano anterior. Os dados são de um levantamento realizado pela Compre&Confie.

 

O que os consumidores buscam?

De acordo com o levantamento, as categorias com o maior volume de vendas foram Moda & Acessórios, Beleza & Perfumaria, Telefonia, Esporte & Lazer e Informática. Quando se observou o faturamento, as categorias líderes foram Telefonia, Eletrônicos, Eletrodomésticos, Informática e Moda & Acessórios.

Já o valor que o consumidor estava disposto a investir no último Dia das Mãe teve leve queda: o ticket médio foi de R$ 396,7 – 3% a menos do que na edição anterior.

 

Dia das Mães 2021: prepare o seu e-commerce

Diante do cenário semelhante de distanciamento social vivenciado no ano passado, aliado ao fato do consumidor já estar mais adaptado à compra online, é hora de lojistas se preparem para mais uma edição digital do Dia das Mães 2021.

Separamos algumas dicas para você impulsionar suas vendas em uma das datas mais importantes para o e-commerce brasileiro. Confira!

Pense Mobile First

Você sabia que, em 2019, as vendas do m-commerce superaram o comércio via desktop? Os dados são da 41ª edição do relatório Webshoppers, da Ebit|Nielsen.

E mais: segundo o Panorama Mobile Time | Opinion Box sobre o comércio móvel no Brasil, a proporção de consumidores móveis – ou seja, usuários de internet que já fizeram compras através de dispositivos mobile – evoluiu de 85% para 91% em 2020.  Ainda, 76% dos consumidores realizam compras de produtos ou serviços com mais frequência pelo smartphone.

Esses dados refletem a importância de uma loja responsiva para dispositivos móveis, que permita uma experiência agradável de navegação e compra. Além de um layout bem estruturado que ofereça uma navegação agradável, é importante contar com um checkout transparente fluído, com passos reduzidos, e métodos de pagamento que facilitem a compra em ambientes mobile.

Amplie as opções de métodos de pagamento

O Think With Google mostrou que, comparado a outros países no mundo, os consumidores brasileiros apreciam mais a disponibilidade de opções de pagamento do que os restantes dos mercados incluídos no estudo. A possibilidade de fazer pagamentos sem cartão de crédito é o quatro fator de maior influência quando realizam compras de bem duráveis e não duráveis.

Não é à toa que o boleto bancário, por exemplo, foi o segundo método de pagamento mais popular usado para compras mobile em 2020: 21% das compras no m-commerce foram realizadas com esse meio de pagamento, de acordo com o Mobile Time e Opinion Box.

Ampliar as ofertas de meios de pagamento é fundamental para alcançar diferentes perfis de consumidores, que possuam preferências e necessidades distintas. Isso inclui não apenas estender suas opções de pagamento para os métodos mais convencionais – como cartão de crédito, débito e boleto – mas também incluir alternativas como carteiras digitais, transferência bancária, dinheiro e, é claro, o Pix, método de pagamento instantâneo que já está disponível para o e-commerce.

Leia também: Como pagar com Pix em uma loja virtual

Repense seus canais de venda digitais

Seu e-commerce não precisa ser o único canal de vendas online. Aplicativos e marketplaces são algumas opções para você ampliar o alcance da sua loja. Segundo um relatório da BigData Corp., em parceria com o PayPal, 12,16% das lojas online no Brasil também estão presentes em aplicativos, e 5,73% em plataformas de marketplace.

Além disso, as redes sociais e aplicativos de conversa como o WhatsApp também são fortes canais de venda digitais. Nessas plataformas, o link de pagamento é uma ferramenta essencial para agilizar o processo de compra. O recurso permite que o lojista encaminhe uma URL para o consumidor, direcionando-o para uma página segura onde ele possa optar pelo método de pagamento que preferir, como cartão de crédito, débito, boleto bancário, e até dinheiro.

Leia também: Como aumentar suas vendas com o link de pagamento

Gostou das nossas dicas? Então siga as nossas redes sociais para acompanhar nosso conteúdo!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *