Evento Bay Area: Digital Payments in Brazil

Na semana passada, tivemos o prazer de sermos Co-anfitriões, junto à Pinheiro Neto Advogados e a BayBrazil, do evento Digital Payments in Brazil, na Bay Area de São Francisco. Gostaríamos de agradecer a todos os participantes, incluindo representantes da Uber, LinkedIn, Blizzard, Vivino e muitas outras empresas.

O evento tinha como foco proporcionar uma visão detalhada das últimas tendências, desafios e inovações da indústria de pagamentos no Brasil, bem como criar um espaço de networking para os participantes. Os palestrantes da PagBrasil e da Pinheiro Neto Advogados compartilharam suas valiosas análises das regulamentações e das últimas inovações que estão transformando a indústria no país.

 

Principais insights do evento

E-commerce e pagamentos:

•   O segmento de e-commerce tem uma projeção de crescimento de 12% para 2018, acima dos 8% de 2017.

•   Há 150 milhões de internautas no Brasil.

•   55 milhões de adultos brasileiros ainda não possuem conta bancária.

•   Em termos de compradores online, se espera que o mercado alcance 101 milhão de consumidores até 2022.

•   Métodos de pagamento alternativos representam 43% de todas as transações de pagamento no e-commerce nacional.

•   O boleto bancário é a o principal método alternativo, com uma quota de mercado de 25%.

•   75% de todos os pagamentos com cartão de crédito são parcelados.

•   60% dos usuários de internet se conectam principalmente através de smartphones.

•   92% dos lares brasileiros possui pelo menos um celular.

•   O m-commerce representa 32% de todas as transações do e-commerce.

•   Tendências para o futuro:

–   Soluções de pagamento mobile como o Boleto Flash®

–   Métodos de pagamento mobile baseados em dinheiro

•   Pagamentos instantâneos.

 

Pagamentos e regulamentação:

•   O Brasil conta com um dinâmico ambiente de startups, com 453 startups tecnológicas estabelecidas no país até agosto de 2018.

•   Em 2017, 386 milhões de dólares foram investidos em fintechs ao redor do mundo, sendo que a metade disso foi distribuída entre fintechs brasileiras.

•   Até 2017, existiam somente 2 adquirentes no mercado brasileiro, a Cielo e a Rede (antes chamadas de Visanet e Redecard, respectivamente).

•   Houve um progresso considerável desde 2013, mas o BCB é consciente do fato de que o mercado de pagamento e de crédito ainda continua muito concentrado.

•   Em 2016, o BCB apresentou a “Agenda BC+” com um plano de ação:

–   Atualizar e simplificar a regulamentação seguindo padrões internacionais

–   Promover a inclusão e educação financeira

–   Facilitar o acesso ao crédito e a pagamentos dentro do sistema financeiro nacional

•   Promover mais competitividade e um sistema eficiente

 

Cliques do dia

 

Obrigado novamente a todos os participantes. Em breve compartilharemos mais conteúdo sobre os tópicos discutidos no evento. Fique atento!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esta página utiliza cookies para melhorar a experiência do usuário em nosso site. Ao clicar em "Aceitar", você concorda com a coleta e uso das informações para garantir a melhor experiência de navegação. Para saber mais, leia a nossa Política de Privacidade.

Aceitar