Payment Service Provider | Processadora de pagamentos (PSP)
Payment Service Provider | Processadora de pagamentos (PSP)

Por que a escolha da processadora de pagamentos é fundamental para o sucesso do seu e-commerce

Se você já atua há algum tempo no mercado e-commerce, então você já deve saber que a escolha da processadora de pagamentos é fundamental para o sucesso de toda loja online. Não se trata apenas de receber pagamentos dos seus clientes. Uma PSP – sigla que, em inglês, quer dizer Payment Service Provider – pode acrescentar uma série de benefícios ao seu e-commerce, como:

 

Uma experiência de checkout diferenciada e redução na fricção de pagamento

Uma pesquisa da MasterCard mostrou que 16% dos consumidores online “sempre” deixam os itens do carrinho sem concluir a compra quando se deparam com complexidades no checkout; outros 17% responderam que abandonam o carrinho “na maioria das vezes”. Um checkout transparente, com etapas simplificadas e uma ampla variedade de opções de pagamento ajudam a estimular os consumidores a concluírem uma compra, aumentando, assim, as suas taxas de conversão.

 

Taxas de chargebacks reduzidas

Diferentemente de um gateway de pagamento, uma processadora de pagamento geralmente oferece uma solução mais completa, incluindo uma ferramenta antifraude. Isso também é um elemento a se levar em consideração durante a sua escolha por uma processadora de pagamentos, já que a ferramenta pode auxiliar na redução das taxas de chargeback.

No entanto, escolher a PSP ideal para o seu negócio não é uma tarefa fácil. Confiar as finanças da sua empresa em um fornecedor é uma decisão difícil, e não encontrar a melhor solução para o seu negócio pode resultar em uma série de complicações desde o início – como uma integração complexa a taxas de conversão mais baixas que as esperadas. Por isso, nós listamos abaixo algumas questões para considerar antes de escolher uma processadora de pagamentos para o seu e-commerce.

 

5 questões para considerar antes de escolher uma PSP para o seu e-commerce

Ao escolher um parceiro, muitas empresas focam principalmente em uma questão: taxas de repasse e processamento. No entanto, taxas reduzidas não necessariamente querem dizer aumento de faturamento, porque…

 

  1. Conversões são mais importantes do que taxas

É uma matemática simples. Se a sua loja oferece um checkout transparente e simplificado que proporciona uma excelente experiência de compra, uma vasta opção de métodos de pagamento e aumenta as taxas de autorização, é muito provável que as suas taxas de conversão também aumentem.

É claro que as taxas não devem ser completamente ignoradas: levar todos os custos em consideração é um procedimento muito sábio na hora de escolher uma processadora de pagamentos. No entanto, não contabilizar a qualidade do serviço e a experiência do seu consumidor no checkout irá, eventualmente, prejudicar as suas taxas de conversão.

 

  1. Métodos de pagamento e recursos especiais

Um dos elementos que contribuem para o aumento da conversão é a oferta por diversos métodos de pagamento – especialmente quando se trata de mercados específicos como o Brasil.

Em um país com um elevado número de pessoas que utilizam o dinheiro para suas despesas cotidianas e o onde o boleto bancário representa 19% de todas as vendas online, segundo relatório do Webshoppers, oferecer métodos de pagamento locais é fundamental para todo e-commerce que deseja ter sucesso no Brasil.

Além de disponibilizar os principais métodos de pagamento, empresas que oferecem soluções focadas em inovação também são parceiros interessantes para o seu e-commerce. Ofertar métodos de pagamento alternativos que permitem que mais consumidores comprem online – como o PEC Flash®, da PagBrasil, são importantes motores para o aumento da conversão.

Além disso, escolher uma processadora de pagamentos que oferece recursos que reduzem a fricção de pagamento e estimulam segundas oportunidades de conversão são aspectos importantes a se considerar.

 

  1. Integração

Integrações flexíveis também são importantes elementos a se considerar, já que permitem uma implementação rápida e fácil, garantindo que o seu e-commerce comece a receber pagamentos em apenas alguns passos.

Lojistas que trabalham com plataformas de e-commerce devem considerar uma processadora de pagamentos que oferece extensões compatíveis com a sua plataforma. Isso permite acesso fácil a todos os meios de pagamento, além de recursos e serviços que ajudam a aumentar suas vendas.

 

  1. Suporte ao consumidor

Todo e-commerce enfrenta complicações e dilemas vez que outra. Por isso, você precisa se certificar que você terá um parceiro de confiança ao seu lado para garantir que suas necessidades sejam devidamente atendidas. Além disso, um bom suporte ao consumidor também irá indicar os melhores serviços que sua empresa pode precisar, dependendo do seu modelo de negócios e nível de maturidade da sua loja virtual.

 

  1. Confiabilidade

Recentemente, uma situação preocupante envolvendo uma grande plataforma de e-commerce chamou a atenção do mercado para a importância de verificar o histórico da empresa antes de fechar uma parceria: a plataforma global Rakuten vendeu suas operações no Brasil para a GenComm, que meses mais tarde entrou com um pedido de recuperação judicial. Muitos lojistas foram seriamente prejudicados e não receberam pelas suas vendas.

Verificar o histórico de uma empresa pode ser difícil – e muitas vezes ilusório, como foi o caso acima. No entanto, existem formas de aprender mais sobre a empresa que você está considerando, como: lendo artigos na mídia, verificando os parceiros que a empresa trabalha e conhecendo os principais clientes do seu portfólio. Essas são algumas medidas para garantir que você trabalhará com um parceiro sério.

Ao escolher uma PSP, os lojistas devem considerar com cuidado uma série de elementos. Se você procura um parceiro para processar os pagamentos da sua loja online no Brasil, entre em contato conosco para mais informações!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *