Pix
Pix

O PIX será o novo cartão de débito no Brasil?

Com o avanço do sistema de pagamentos instantâneos no Brasil, surgem também dúvidas sobre o futuro dos pagamentos no país. Uma dessas dúvidas é se esse modelo, chamado PIX, irá eventualmente substituir os cartões de débito, assim como outros meios como as TEDs, DOCs, e o boleto bancário.

Nós mostramos abaixo os impactos que o PIX trará para cada método de pagamento no Brasil. Confira!

 

O impacto do PIX nos meios de pagamento no Brasil

Cartões de débito

Os cartões de débito serão um dos meios de pagamento mais afetados com a inclusão do PIX, visto que exigem que os usuários sejam bancarizados. As transações com PIX, por outro lado, não exigirão necessariamente uma conta bancária, já que os usuários poderão usar suas carteiras digitais para enviar e receber dinheiro. Com o elevado número de smartphones no Brasil e uma grande população desbancarizada, o PIX se tornará um método de pagamento mais atrativo nesse sentido.

TEDs e DOCs

Como o PIX permitirá transferências imediatas, é provável que as TEDs e DOCs sejam substituídas a longo prazo. As TEDs compensam o pagamento no mesmo dia, mas são limitadas aos dias úteis, das 6h20min às 17h. Já o DOC só pode ser compensado no próximo dia útil. Com o PIX, os usuários poderão enviar e receber dinheiro 24 horas por dia, 7 dias por semana.

Boleto Bancário

O boleto bancário é o segundo método de pagamento mais utilizado no Brasil, e muitos questionam se esse meio tão tradicional será substituído pelo PIX. Mas isso, no entanto, dependerá do quão rápido os consumidores migrarão do dinheiro em espécie ao pagamento digital. Hoje, 71% dos brasileiros ainda preferem pagar suas compras cotidianas em dinheiro, visto que recebem seus salários e renda extra dessa forma. Como o boleto bancário permite o pagamento em dinheiro, dificilmente o PIX substituirá essa forma de pagamento tão cedo.

Cartões de crédito

Os cartões de crédito são o método de pagamento mais utilizados nas compras online no Brasil, visto que oferecem uma série de benefícios aos seus consumidores. Uma das principais vantagens são os pagamentos parcelados, que permitem que os consumidores brasileiros dividam o valor da compra em pagamentos mensais. Portanto, é improvável que a adoção dos cartões de crédito reduza com o PIX.

 

O que você precisa saber sobre o PIX

O sistema de pagamentos instantâneos está em desenvolvimento pelo Banco Central. Todas as instituições financeiras com mais de 500 mil contas serão obrigadas a aderir ao sistema até 16 de novembro, quando o sistema começa a funcionar efetivamente. A participação é facultativa para entidades que ainda não atingiram esse número.

As formas de iniciação ocorrerão via QR Code, chave de endereçamento, informações inseridas manualmente e pagamentos por aproximação. Saiba mais neste artigo!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *